Entendendo as mudanças

Nos posts anteriores, comentei sobre algumas questões que interferem no modo como vivenciamos a pandemia e enfrentamos as dificuldades emocionais decorrentes do isolamento e dos riscos de adoecimento.

A primeira questão abordada, foi a tríade ser/ter/fazer que foi colocada em cheque e que nos convoca a refletirmos quem nós somos para além do que temos e fazemos.

A segunda questão tratada foi o contexto sociocultural em que estávamos inseridos antes da pandemia: havia uma tendência crescente de adoecimento mental e de isolamento social.

O terceiro ponto abordado foi a psicologia da pandemia em si mesma. Como tendemos a nos comportar diante de um surto epidêmico de abrangência mundial. Emergem comportamos negativos, mas também aspectos positivos como solidariedade e resiliência.

Agora gostaria de falar sobre dois outros aspectos: o entendimento de que as mudanças que vivenciamos atualmente terão consequências temporárias, mas também definitivas e a percepção de que é preciso estar atento à nossa saúde mental para evitarmos desenvolver o que alguns autores têm chamado de Síndrome de Estresse Covid.

Em relação à permanência de algumas mudanças, basta pensarmos no ato terrorista do 11 de setembro e analisarmos a forma como o mundo mudou após aquele evento. Mudou a forma como viajamos, a forma como pensamos em acidentes aéreos, novos cenários políticos se configuraram e a nossa percepção de globalidade e de vulnerabilidade também mudou.

Em relação ao Covid-19 ainda não sabemos quais mudanças serão definitivas. Há muita especulação sobre o tema, mas é difícil imaginar um profissional de saúde em um hospital, por exemplo, atendendo um paciente sem máscara, como era feito anteriormente. A telemedicina ou mesmo atendimentos psicológicos que ainda eram incipientes no formato online agora são uma realidade e vieram para ficar.

A visão que temos a respeito de nossas casas, que muitas vezes era vista apenas como um local para dormir e descansar, mudou muito. Além de abrigo a casa também é um local de lazer, de trabalho, de atividade física. O teletrabalho alcançou patamares inimagináveis rapidamente e muitos rearranjos e soluções de trabalho se tornaram e permanecerão como alternativas corriqueiras. Enfim já observamos muitas mudanças na forma como moramos, trabalhamos, nos deslocamos, conversamos, nos consultamos e muita coisa ainda está por vir.

Uma das mudanças previstas, contudo, é muito negativa. Trata-se do recrudescimento dos casos de doença mental. Há um aumento nos casos de depressão, ansiedade e suicídio na população mundial e as previsões são de que estes casos irão permanecer muito altos mesmo após a pandemia. Aqui em Brasília, por exemplo, apenas no mês de fevereiro de 2021, o Centro de Valorização da Vida recebeu mais de 5 mil ligações.

E junto com estes casos, há a suposição do surgimento de um novo transtorno: a Síndrome de Estresse Covid.

Essa síndrome abrangeria medo de infecção, medo de tocar superfícies, xenofobia, paranoia e sintomas de estresse pós-traumático. Estes sintomas tendem a agravar o isolamento e a ansiedade e podem desencadear ou piorar outros transtornos de humor ou de ansiedade já pré-estabelecidos.

É fundamental, portanto, estarmos atentos a como nós, nossos familiares, nossos amigos e nossos colegas de trabalho estamos passando por este período. É importante buscar ajuda, se a ajuda for necessária. Ajuda de pessoas de confiança ou de profissionais especializados. Vamos todos nos cuidar para que as mudanças definitivas sejam as mais positivas possível.

Nos próximos textos, irei abordar estratégias de enfrentamento para manutenção de nossa saúde mental ou melhoria de sintomas de sofrimento eventualmente presentes.

2 respostas para “Entendendo as mudanças”

  1. Vanis, seus textos estão muito importantes neste momento de tantas dificuldades.
    Penso que através deles você tem ajudado muitas pessoas.
    Que Deus a ilumine e a inspire para continuar com este trabalho.😘

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: