Lei da Ordem ou da Hierarquia. Segundo Hellinger, aqueles que vieram antes têm autoridade ou precedência sobre os que vieram depois. Parece óbvio, né? Mas vivemos nos atrapalhando com esta lei. É o caso dos filhos que vêm seus pais como pequenos e querem cuidar deles, sentindo-se responsáveis pela vida dos pais e atuando como pais dos pais.

Lei do Pertencimento. Esta lei se fundamenta na compreensão de que todo membro de uma família tem o direito igual de pertencer àquela família. Nosso pertencimento não é determinado pelo nosso valor ou contribuição social. Ele é determinado pela nossa existência, mesmo que muito breve. Assim, os filhos não nascidos, ou natimortos, também pertencem. Os que contrariam os valores familiares pertencem também. A ovelha negra, pertence.

Lei do Equilíbrio. As trocas entre as pessoas precisam ser equilibradas para que os relacionamentos prosperem. As únicas relações em que há desequilíbrio natural é entre pais e filhos. A vida que vem dos pais é um bem tão grande e imensurável, que não há como reequilibrar a relação. Os pais dão, os filhos recebem. E quando os filhos dão aos seus próprios filhos ou se colocam a serviço da vida, o reequilíbrio se restabelece.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s