Ancestralidade, viagem, pintura e mistério

A exposição Lindeza, do artista visual David Almeida, entrou em ressonância com o meu coração. Ao ouvir sobre a proposta da exposição – retratar em pinturas as paisagens de uma viagem para visitar as cidades nordestinas onde viveram os antepassados do artista – emocionei-me com a busca de David e a forma como ele encontrou para elaborar o reencontro com suas raízes e ancestralidades.

O estudo sobre ancestralidades e minhas próprias raízes têm me acompanhado nos últimos anos. Em minha trajetória profissional como psicóloga, fascinei-me pelo inconsciente, alegrei-me com as proposições e descobertas da psicologia positiva e honrei meus antepassados por meio das constelações familiares. O caminho que percorro enquanto psicóloga, David percorre como artista.

Seu encontro com o inconsciente, representado pela sua fala como mistério, se manifesta por meio das imagens que emergem em sua obra. Os inconscientes pessoal e coletivo se apresentam o tempo todo em nossas vidas sobre diversas formas, e quando associados às imagens, seus poderes de captura e de identificação são muito potentes. A imagem enquanto manifestação do inconsciente transborda os limites da tela e se comunica diretamente com o que há de mais pulsante em nós.

As constelações familiares também retratam imagens do inconsciente. Ao iniciar uma constelação, o constelado entra em uma espécie de transe regressivo e traz para a cena (representada por pessoas, bonecos ou outras âncoras) as imagens de seu inconsciente a respeito do tema a ser constelado. E ao entrar em ressonância com o seu inconsciente, seus antepassados começam a aparecer em cena também. Não aqueles reais (seja lá o que isso for), mas as representações que carregamos a respeito de nossa ancestralidade e que, tal como uma herança, nos aprisiona e nos liberta em um destino compartilhado.

David fez esse movimento de auto constelação por meio de uma viagem. Passou 2 meses quase à deriva, vendo novas/velhas paisagens, ouvindo histórias, construindo novas significações. E o que chegou de seus ancestrais virou Arte, colocando todo esse movimento de encontro e ressignificação a serviço da Vida.

Projeto Conversa

Nesta quarta-feira, dia 8 de julho, às 18h, estarei com o David Almeida (@almeidadavid) participando do projeto Conversa, da Referência Galeria de Arte. Será uma conversa muito interessante, alinhando arte e psicologia.

A live será transmitida pelo insta da Referência: @referenciaarte